top of page
Banner Blog da IMC

Blog da IMC

Ícone entrega pelos Correios para todo Brasil

ENTREGA PELOS CORREIOS

para todo Brasil

Ícone retire na loja sua compra do site

RETIRE NA LOJA

sua compra do site

Ícone dividimos em até 12 vezes pagamento nos cartões

DIVIDIMOS EM ATÉ 12 VEZES

pagamento nos cartões

Ícone loja 100% segura - selo SSL utilizado

LOJA 100% SEGURA

selo SSL utilizado

O fogareiro elétrico pode substituir o gás de cozinha? Entenda!

Atualizado: 17 de mai. de 2023


O fogareiro elétrico pode substituir o gás de cozinha? Entenda!

Um fogareiro elétrico é uma excelente opção para as cozinhas residenciais ou industriais, já que ele ajuda a economizar e a melhorar o resultado produtivo. Esse tipo de fogão é tão eficiente quanto as alternativas que já são conhecidas no mercado e exigem a reposição periódica dos botijões de combustível.


Neste post, explicaremos o que é um fogareiro elétrico, como ele funciona e de que maneira o tradicional fogão a gás pode ser substituído por ele. Além disso, destacaremos algumas comparações sobre aparência, ignição, instalação etc. Aqui, você vai descobrir os maiores benefícios de utilizar esse equipamento e como ele pode reduzir custos mensais de uma casa ou empresa.


Gostaria de saber por que vale a pena usar um fogareiro elétrico? Acompanhe a leitura deste artigo!

O que é um fogareiro elétrico?

Um fogareiro elétrico é uma solução muito eficiente para aquecer, parecida com os fogões de mesa, porém, com tamanho compacto. O equipamento serve para a preparação de alimentos em ambientes pequenos. É versátil e tão preciso quanto um fogão a gás. Entretanto, os fogareiros são mais seguros do que as outras opções disponíveis no mercado.


Fogareiros elétricos são fáceis de limpar e se tornam os preferidos assim que as pessoas começam a utilizá-los. Eles são muito econômicos e geram menos despesas do que os fogões convencionais. Têm calor para fazer frituras, cozinhar alimentos e ferver substâncias líquidas. Em vez de funcionarem com o uso de gás, esses equipamentos utilizam a eletricidade para produzir calor.


Como não envolve a presença de fogo, esse modelo tende a ser mais seguro. Nesse sentido, o seu uso se torna muito amplo, podendo ser instalado em residências grandes ou pequenas — bem como em ambientes em que não pode ser utilizado fogo, como perto de veículos, por exemplo.

Como funciona um fogareiro elétrico?

Ele funciona quando o seu cabo de alimentação é conectado à tomada de energia elétrica. Porém, existem diversos modelos distintos que não elevam de modo significativo as faturas de luz recebidas mensalmente.


Como mencionamos, por fazerem uso de eletricidade, os fogareiros elétricos são menos perigosos do que os fogões a gás. Além de não exigirem fogo para funcionar como os modelos tradicionais, eles não ocasionam o vazamento de material inflamável — o que, no caso dos fogões a gás, aumenta o risco de acidentes graves que podem incluir, até mesmo, explosões.


Observe abaixo como é o funcionamento desse equipamento!

Aparência

O fogareiro elétrico tem um design moderno e é confeccionado em vários estilos e tamanhos para o uso de uma ou duas panelas ao mesmo tempo. Há modelos circulares, quadrados e retangulares nas mais variadas cores, por exemplo, vermelha, preta, azul, bordô, branca, metálica, rosa, entre outras.

Ignição

A ignição se dá pela resistência elétrica, que é uma peça que não se danifica ao ser submetida à temperatura elevada. Ela tem a função de transformar a eletricidade em energia térmica capaz de aquecer utensílios. O fogareiro elétrico não tem forno como os fogões a gás, mas mantém a comida quente por mais tempo e aquece-a rapidamente.

Instalação

Esse equipamento pode ser instalado facilmente na cozinha e funciona da mesma maneira que os fornos elétricos, já que contém uma resistência elétrica que gera calor para o aquecimento das panelas. Portanto, ele não necessita de botijão de gás para a produção da chama, mas sim de energia elétrica.

Higiene

Para não correr o risco de se queimar, a limpeza do fogareiro elétrico deve ser feita quando ele estiver frio, e, para isso, é preciso usar um pano úmido. Utilize um material que não tenha chance de se prender às peças enquanto você realiza a limpeza. Se não conseguir retirar a sujeira, aplique bicarbonato de sódio, remova os queimadores e limpe com tecido umedecido e sabão.

Como é a substituição do fogão a gás de cozinha?

O fogão a gás de cozinha já está sendo substituído em diversos locais pelo fogareiro elétrico para a preparação das refeições. Nas empresas e nos ambientes domésticos, ele substitui o uso do material inflamável pela eletricidade com muita eficiência. Pode ser utilizado na indústria ou nos escritórios sem prejudicar o acesso dos colaboradores.


A substituição do gás pela energia elétrica é vantajosa e ajuda a economizar o dinheiro que seria necessário para manter o fogão tradicional em pleno funcionamento. Ainda, a maior parte da energia produzida pelo fogareiro é aproveitada para fazer a comida, de modo que ele apresenta eficiência energética, ao passo que o uso dos outros fogões desperdiça o calor.

Por que vale a pena usar um fogareiro elétrico?

Vale a pena utilizar os fogareiros elétricos por diversos motivos. Confira alguns:

  • são equipamentos portáteis, leves e pequenos que podem funcionar em qualquer lugar: com eles, não há preocupação com troca de botijões nem com o espaço onde serão instalados;

  • são uma opção que pode ser adquirida por preços bastante acessíveis: o seu valor pode variar de acordo com a marca e o fornecedor;

  • oferecem um ótimo custo-benefício: há aparelhos que consomem menos energia elétrica ainda que sejam usados durante muitas horas diariamente. Por outro lado, existem modelos que gastam mais eletricidade, apesar de serem utilizados de forma mais restrita. Informe-se antes de comprá-los.


Quais são os tipos de fogão elétrico disponíveis no mercado?


Basicamente, nós podemos separar os tipos de fogão elétrico em dois. Os mais simples, que geralmente têm uma ou duas bocas. Esses são mais úteis para quem precisa cozinhar em locais compactos ou para aqueles que levam o fogão em viagens, por exemplo.


Em seguida, temos os cooktops elétricos. Esses são modelos maiores e perfeitos para casas, apartamentos e, até mesmo para uso em estabelecimentos comerciais. São fabricados nos seguintes modelos:

  • cooktop de vidro: esses têm um acabamento muito parecido com o fogão a gás. São bastante resistentes e são os prediletos dos arquitetos, tendo em vista sua aparência esteticamente agradável;

  • cooktop de inox: esses têm um acabamento mais resistência e proporcionam uma superfície mais fácil de limpar;

  • cooktop vitrocerâmico: esse é um modelo que tem um acabamento mais moderno e controles digitais. Alguns têm, até mesmo, funcionamento por indução.

Também é importante mencionar que esses modelos não acompanham o forno. Afinal, seus principais benefícios envolvem a praticidade e a facilidade de movimentação.


Quais os maiores benefícios de usar os fogareiros elétricos?


Os equipamentos funcionam à base de eletricidade, por isso esquentam os alimentos com agilidade, assim como permitem ao usuário controlar a temperatura. Eles são muito eficientes e demoram menos tempo para terminar de cozinhar os alimentos. Veja a seguir outras vantagens de utilizar um fogareiro elétrico em sua empresa, escritório ou casa!

Controle da temperatura

Os aparelhos permitem o controle da temperatura por meio de suas regulagens. Assim, eles possibilitam a configuração do aquecimento de acordo com a necessidade do usuário. Contudo, é importante destacar que o fogareiro elétrico não servirá para flambar ou torrar.

Mais segurança

Fogareiros elétricos são mais seguros do que os que funcionam a gás e promovem uma chama aberta. O fogo aberto pode causar incêndios ao atingir panos de pratos, toalhas de papel ou itens inflamáveis. Esses aparelhos não geram esse tipo de risco, apesar de que eles também podem causar queimaduras nos usuários.

Ausência de vazamentos

Equipamentos elétricos impossibilitam o vazamento do gás porque não são conectados a um botijão ou linha de alimentação. Se os seus botões estiverem meio abertos, não haverá risco de explosão ou liberação do monóxido de carbono no ambiente. Ainda assim, o usuário precisa manter o fogareiro desligado se não o estiver utilizando para aquecer ou cozinhar.

Redução de custos

Analisando friamente, o gás de cozinha parece mais econômico que o elétrico. De fato, se ambos ficarem ligados pelo mesmo tempo, a opção tradicional será mais eficiente. Por outro lado, devemos levar em consideração o fato de os equipamentos alimentados com eletricidade serem muito mais eficazes.

Isso significa que o tempo de cozimento dos produtos será menor.


Consequentemente, o fogão elétrico gerará um custo reduzido para produzir os mesmos alimentos em comparação ao tradicional. Além disso, com a energia solar se popularizando em nosso país, a economia pode ser ainda maior.

Segundo dados divulgados pela Agência Brasil, de janeiro a setembro de 2022, ocorreu um aumento de 46,1% no consumo de energia fotovoltaica, ou seja, a solar. Essa matriz energética já corresponde a cerca de 9,6% de toda eletricidade gerada no Brasil.


Logo, quem investir em equipamentos focados em eletricidade pode ser muito beneficiado no futuro. Afinal, você poderá usufruir de todos os benefícios de itens como o fogão elétrico pagando uma quantia muito pequena na sua conta de luz.

É claro que nosso país ainda está engatinhando nesse aspecto e a energia fotovoltaica ainda é restrita a uma pequena parcela da população. Mas é natural que essa matriz energética se popularize com o passar do tempo, principalmente, com o aumento da preocupação com a geração de energias limpas.

Menor emissão de gases perigosos

Outra vantagem que é pouco mencionada é o fato de o fogão elétrico não emitir gases tóxicos para o ser humano, como o dióxido de nitrogênio e o monóxido de carbono, presentes na chama gerada pelo gás de cozinha. O aquecimento por meio da eletricidade elimina por completo esse problema.


Além disso, o cozimento com o gás de cozinha gera uma partícula conhecida como PM2.5, existente na fumaça de incêndios florestais. Esse produto tóxico entra no pulmão e na corrente sanguínea, podendo causar asma e outras condições pulmonares crônicas.


Com todos os benefícios apresentados, o fogareiro elétrico pode sim substituir o gás de cozinha! Esse é um produto elétrico extremamente confiável e que vai ajudar você a economizar, pois é possível evitar os gastos com botijões de gás todos os meses. Escolha um equipamento que se encaixe nas suas necessidades e aproveite para fazer aqueles pratos que estão sendo planejados há algum tempo.


Achou o fogareiro elétrico um produto interessante? Então acesse o nosso site e verifique todos os detalhes desse moderno aparelho!

3.902 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page