top of page
Banner Blog da IMC

Blog da IMC

Ícone entrega pelos Correios para todo Brasil

ENTREGA PELOS CORREIOS

para todo Brasil

Ícone retire na loja sua compra do site

RETIRE NA LOJA

sua compra do site

Ícone dividimos em até 12 vezes pagamento nos cartões

DIVIDIMOS EM ATÉ 12 VEZES

pagamento nos cartões

Ícone loja 100% segura - selo SSL utilizado

LOJA 100% SEGURA

selo SSL utilizado

  • Foto do escritorIMC Resistências Elétricas

Manutenção de equipamentos: 5 erros que você precisa evitar

Atualizado: 22 de mar. de 2023


Manutenção de equipamentos: 5 erros que você precisa evitar

Praticamente todas as empresas utilizam maquinários, equipamentos ou tecnologias que na realidade são ativos em longo prazo. Os valores gastos com a aquisição desses itens são investimentos que os gestores planejam aproveitar durante alguns anos para gerar lucros e alavancar os negócios. No entanto, isso depende das revisões realizadas por profissionais especializados.


A manutenção de equipamentos é um processo essencial para que as máquinas sejam mantidas em perfeitas condições de uso pelo tempo devido. Neste artigo, vamos explicar quais são os principais tipos de revisões realizadas nas empresas que dependem desses maquinários. Além disso, mostraremos os principais erros a serem evitados nessa área que exige gestão e planejamento.


Gostaria de compreender os prejuízos de não apostar na manutenção preventiva e na organização de estoque? Acompanhe a leitura!


Saiba quais os tipos de manutenção de equipamentos


Há diversos tipos de manutenção de equipamentos conhecidos no mercado e todos eles são fundamentais para o sucesso de um negócio. Os gestores das empresas precisam evitar as manutenções corretivas ou de emergência, que geram gastos desnecessários e elevados. Isso é possível com o agendamento das revisões preventivas ou serviços preditivos. Observe alguns detalhes:

  • manutenção preventiva — consiste em inspecionar regularmente os maquinários para resolver pequenos problemas antecipadamente e mantê-los próprios para o uso;

  • manutenção preditiva — é uma avaliação que determina as condições de um equipamento e apresenta uma estimativa para programar as revisões;

  • manutenção de rotina — revisão contínua, planejada de forma regular para identificar falhas do equipamento antes que ocorram danos maiores;

  • manutenção corretiva — trata-se da realização de reparos imediatos em função da necessidade de conserto, com em caso de quebras;

  • manutenção de emergência — precisa ser realizada com urgência para solucionar problemas inesperados.


A manutenção emergencial acontece quando a falha do equipamento pode causar problemas de segurança e saúde ou uma queda inaceitável na produtividade dos colaboradores. Por exemplo, mau funcionamento elétrico, inundações, vazamentos de gás, ou seja, situações imprevistas que não poderiam ser detectadas na manutenção preventiva ou preditiva, que se diferenciam pela existência de um cronograma.

Confira os principais erros que devem ser evitados

Algumas manutenções exigem a substituição de peças dos equipamentos, enquanto outras requerem somente intervenção mínima. Essas revisões e reparos exigem dinheiro e podem causar abalo nas finanças se o profissional de gestão não estiver atento. Se for necessário fazer manutenção corretiva, os prejuízos são muito maiores. Veja a seguir alguns erros que você deve evitar!

1. Falta de planejamento

Esse erro acontece quando a empresa deixa de contratar bons profissionais. A falta de planejamento da manutenção impede a criação de estratégias eficazes e confiáveis para a produção nas empresas. Sem um bom plano, o gestor se encontra em um ambiente de providências reativas, onde as suas equipes correm constantemente de uma situação de emergência para solucionar outra.

2. Não apostar na manutenção preventiva

A manutenção preventiva depende da organização de uma rotina pelos gestores. Os profissionais que fazem essas inspeções podem detectar pequenos danos e reagir antes de uma verdadeira falha. Por isso, deixar de investir em prevenção pode dar origem a substituições caras que não ocorreriam com a limpeza dos regular dos equipamentos.

3. Desorganização de estoque

Se o seu estoque estiver desorganizado, é provável que os profissionais da manutenção tenham que comprar componentes que podem ser de baixa qualidade. Mantenha as peças de reposição em ordem, evite a perda de tempo de quem está fazendo um reparo, a necessidade de buscar itens no mercado que necessitam de testes ou que não foram projetados para seus equipamentos.

4. Ignorar orientação do fabricante

Negligenciar as orientações específicas do fabricante na hora de fazer a manutenção de equipamentos é um risco enorme. Cada máquina ou dispositivo é único e tem necessidades especiais no que tange aos reparos. Por essa razão, as dicas fornecidas pelas fábricas são indispensáveis e devem ser consideradas para prolongar a vida útil dos maquinários.

5. Equipe sem preparo

Contratar uma equipe de profissionais sem preparo técnico pode causar despesas excessivas com substituição de peças sem necessidade, falta de cuidados adequados e muito mais. Treine os seus colaboradores para manusear os equipamentos e consertá-los da melhor maneira possível. Um treinamento aprofundado ajudará os profissionais a detectar problemas de desempenho a tempo.


Compreendeu os 5 erros que você precisa evitar na manutenção de equipamentos? A revisão dos maquinários e dispositivos de trabalho é crucial para garantir a sua durabilidade e a produtividade da indústria. Com elas, você conseguirá tirar o máximo proveito dos itens e o manterá em perfeitas condições de uso.


Gostaria de registrar a sua dúvida ou opinião? Deixe aqui o seu comentário e aguarde o nosso retorno!

132 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page