top of page
Banner Blog da IMC

Blog da IMC

Ícone entrega pelos Correios para todo Brasil

ENTREGA PELOS CORREIOS

para todo Brasil

Ícone retire na loja sua compra do site

RETIRE NA LOJA

sua compra do site

Ícone dividimos em até 12 vezes pagamento nos cartões

DIVIDIMOS EM ATÉ 12 VEZES

pagamento nos cartões

Ícone loja 100% segura - selo SSL utilizado

LOJA 100% SEGURA

selo SSL utilizado

  • Foto do escritorIMC Resistências Elétricas

Saiba quais são os primeiros socorros em caso de choque elétrico!


Saiba quais são os primeiros socorros em caso de choque elétrico!

Prestar os primeiros socorros diante de um choque elétrico pode ser a diferença entre a vida e a morte de uma pessoa, tendo em vista que os 3 primeiros minutos após o choque são decisivos para o socorro da vítima.


Entre os 1.502 acidentes brasileiros registrados no último Anuário Estatístico de Acidentes de Origem Elétrica, realizado pela Abracopel (Associação Brasileira de Conscientização dos Perigos da Eletricidade), 853 estavam relacionados a choques elétricos.


Mas, afinal, o que deve ser feito ao testemunhar uma pessoa sendo eletrocutada? É isso que explicamos para você, passo a passo, a seguir!


Entenda quais são as principais complicações do choque elétrico


Choques elétricos causam acidentes graves no mundo inteiro e são muito perigosos, inclusive nos ambientes de trabalho. Eles acontecem quando a reforma elétrica é negligenciada, ou no momento em que a corrente de energia passa pelo corpo de uma pessoa por descuido, provocando diversas reações em seu organismo. Veja a seguir algumas consequências decorrentes de um choque elétrico!


Queimaduras


As vítimas de choques elétricos podem sofrer queimaduras na pele conforme a intensidade da carga elétrica. Porém, se a corrente for alta, ela poderá afetar os órgãos internos do corpo humano. Nesse caso, o funcionamento deles poderá ficar comprometido e causar complicações como insuficiência renal. A pessoa que passar por isso precisa fazer tratamentos específicos para se recuperar.


Problemas cardíacos


Um choque decorrente de sobrecarga elétrica pode ser a origem de problemas cardíacos. Se a corrente de energia for baixa e atingir o coração, poderá causar um tipo de arritmia cardíaca conhecida como fibrilação auricular que exigirá atendimento médico hospitalar. Entretanto, se ela for elevada, será responsável por paralisar esse órgão vital, causando uma parada cardíaca e, consequentemente, o falecimento.


Lesões neurológicas


Correntes elétricas também afetam o sistema nervoso. Os choques intensos ou repetidos comprometem a estrutura dos nervos e podem dar origem às neuropatias. A vítima poderá ter sintomas dolorosos, sentir dificuldades para movimentar os músculos, sofrer tonturas com frequência ou perceber dormência nos braços e nas pernas.


Confira as dicas de primeiros socorros em caso de choque elétrico


É importante saber o que deve ser feito ao se deparar com uma vítima de choque elétrico. Você poderá evitar as consequências mencionadas no tópico acima, bem como impedir o agravamento das condições de saúde de uma pessoa. Algumas atitudes simples poderão salvar vidas caso você esteja disposto a se envolver em condutas de salvamento. Observe abaixo as dicas mais relevantes!


Corte ou desligue a fonte de energia


O choque somente acontece se a pessoa entrar em contato com uma fonte de eletricidade. Portanto, para interrompê-lo, você precisa observar o contexto à sua volta para desligá-la ou cortá-la sem ser atingido. Não tenha contato com a vítima antes de desconectar os produtos elétricos ou desligar o disjuntor se este estiver ao seu alcance.


Interrompa o contato da vítima com a fonte de eletricidade


Choques de altíssima tensão são capazes de arremessar pessoas violentamente. Porém, em choques envolvendo equipamentos eletrônicos e fiações residenciais, a corrente elétrica pode manter a vítima presa ao local recebendo uma descarga contínua.


Em um cenário como esse, não se deve jamais tocar na vítima diretamente, pois a condução da eletricidade seria instantânea! O que deve ser feito é providenciar a desativação imediata da fonte de alimentação do equipamento ou fio que está provocando o acidente.


Se a chave geral não for acessível, será preciso interromper o contato do indivíduo com a fonte usando materiais que não conduzem bem a corrente elétrica, como objetos de madeira ou borracha, sempre tomando o máximo de cuidado para que a sua pele não toque a vítima ou suas roupas.


Acione o serviço de emergência da região


Interrompido o contato da vítima com a fonte de eletricidade, é fundamental acionar o serviço de emergência da sua região, preferencialmente o Corpo de Bombeiros, acessível pelo número 193, ou o 192, o atendimento pré-hospitalar de urgência.


Enquanto aguarda o socorro profissional, você deve deitar a vítima em um local seguro no qual ela não corra o risco de se expor novamente a um choque elétrico, e verificar as suas condições vitais. Sendo assim, chame-a pelo nome e observe suas respostas.


Se a pessoa estiver consciente, procure acalmá-la informando que o resgate já está a caminho. Caso ela não esteja apresentando sinais vitais, existe o risco de ela ter sofrido uma parada cardíaca ou cardiorrespiratória, o que indica a necessidade de uma reanimação cardíaca imediata.


Veja se a vítima está consciente


Verifique se a área ao redor da vítima está molhada, pois a água poderá causar choque elétrico se a fonte de energia ainda estiver ligada. Depois de se certificar da sua própria segurança, observe se a pessoa atingida está respirando e tem consciência. Caso ela esteja consciente, fale com tranquilidade para acalmá-la enquanto verifica se existem sangramentos, fraturas ou queimaduras.


Avalie a situação se a vítima estiver inconsciente


Se perceber que a vítima está inconsciente, porém, continua respirando, é importante deitá-la e colocá-la de lado. Mas se perceber que ela não respira e está sem pulso, será necessário realizar respiração boca a boca e fazer massagem cardíaca. Faça isso até que ela reaja ou enquanto aguarda que o atendimento médico chegue ao local e dê continuidade ao salvamento.


Realize a reanimação cardíaca


A massagem, ou reanimação cardíaca, estimula o fluxo sanguíneo, retomando a oxigenação dos órgãos, em especial o cérebro e o pulmão.


Esse procedimento deve ser realizado por profissionais treinados, mas considerando uma situação de emergência, a tentativa de reanimação, ainda que realizada por uma pessoa inexperiente, pode fazer toda a diferença no resgate, principalmente se tratando dos primeiros socorros de vítimas de choque elétrico.

De acordo com a Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson, em artigo publicado no portal Médico Responde, a reanimação deve ser conduzida da seguinte forma:

  • mantenha a vítima deitada de barriga para cima em um local firme e seguro;

  • posicionando uma mão sobre a outra, faça 30 compressões fortes e ritmadas sobre o tórax da vítima (na altura dos mamilos). Use o peso do próprio corpo para afundar o peito da pessoa cerca de 5 cm em cada compressão, mantendo um ritmo de 100 a 120 pressões por minuto;

  • após 30 repetições, verifique se a vítima apresentou alguma resposta (se voltou a ter pulso e se está respirando). Se ainda não houver sinais, repita o procedimento até a pessoa retomar a consciência ou o atendimento de saúde chegar ao local;

  • se mais pessoas estiverem presentes, é recomendado revezar a cada 2 minutos para evitar que a massagem seja comprometida pelo cansaço.


Em empresas cujos profissionais lidam com sistemas elétricos robustos com frequência é fundamental investir em EPIs, assim como em cursos e treinamentos para lidar com situações de risco e emergência.


Insista na ressuscitação cardiopulmonar


A ressuscitação cardiopulmonar é uma técnica que pode ser utilizada por qualquer pessoa. Situe as suas mãos no centro da caixa torácica, mais precisamente dois dedos acima do osso esterno. Faça as 30 compressões mencionadas acima, incline a parte de trás da cabeça, levante o queixo, feche o nariz e realize duas respirações de salvamento. Repita esse procedimento até chegar socorro.


Os primeiros socorros diante de um choque elétrico são essenciais para preservar a vida de um indivíduo e evitar sequelas importantes em acidentes dessa natureza. A principal orientação, porém, continua sendo a prevenção: sempre utilizar equipamentos de segurança ao realizar reparos na rede e em equipamentos elétricos e sempre contar com profissionais ao providenciar esse tipo de serviço.


Gostou do nosso artigo? Então, compartilhe este conteúdo com seus amigos nas redes sociais!

2.316 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page