top of page
Banner Blog da IMC

Blog da IMC

Ícone entrega pelos Correios para todo Brasil

ENTREGA PELOS CORREIOS

para todo Brasil

Ícone retire na loja sua compra do site

RETIRE NA LOJA

sua compra do site

Ícone dividimos em até 12 vezes pagamento nos cartões

DIVIDIMOS EM ATÉ 12 VEZES

pagamento nos cartões

Ícone loja 100% segura - selo SSL utilizado

LOJA 100% SEGURA

selo SSL utilizado

  • Foto do escritorIMC Resistências Elétricas

Resistência para sauna: 6 cuidados para melhorar sua vida útil

Atualizado: 16 de mar. de 2023


Resistência para sauna: 6 cuidados para melhorar sua vida útil

Você sabe qual a importância da resistência para sauna? Essa peça é fundamental para aquecer o equipamento e, sem a manutenção adequada, o risco de queima é grande. Os cuidados valem tanto para saunas secas quanto para as semiúmidas ou, ainda, as que funcionam com vapor.


As boas práticas de manutenção, inclusive, são essenciais para evitar diversos problemas, como proliferação de fungos e bactérias ou ocorrência de vazamentos causados por obstrução do gerador ou das tubulações. A adoção de procedimentos rotineiros de limpeza também é importante para evitar o desgaste da resistência elétrica e elevar seu tempo de uso.


Quer saber quais são os cuidados necessários para preservar a vida útil de sua sauna? Então, acompanhe nosso artigo e confira as principais dicas de manutenção do equipamento.


Entenda a importância da manutenção da sauna


Além dos aspectos necessários de higienização, que garantem que o ambiente fique protegido contra fungos e bactérias, é importante atentar para a queima da resistência, um dos principais problemas detectados nas saunas, qualquer que seja o seu tipo.


A durabilidade desse equipamento pode ser comprometida pela falta de limpeza ou, ainda, pela presença de água calcária no local de instalação. Esse mineral pode ser observado na água de algumas regiões do Brasil, como a cidade de Lagoa Santa, em Minas Gerais.


Quando isso ocorre, existe a formação de depósitos na resistência, o que compromete seu funcionamento e leva à queima. Normalmente, a limpeza é indicada, pelo menos, uma vez por mês, dependendo da frequência de uso da sauna. Porém, se no local de instalação houver presença de água com traços de calcário, essa necessidade será maior.


Aliás, não é apenas a resistência da sauna que corre riscos com o calcário: as grelhas dos chuveiros também precisam ser limpas com maior frequência para evitar o acúmulo e aumentar o tempo de vida útil do aparelho. Isso acontece porque a decantação do mineral pode causar precipitação e entupir a sauna (ou o chuveiro), em períodos curtos de tempo.


Assim, um cuidado importante ao instalar uma sauna é verificar a qualidade da água no local. Isso determinará a frequência de limpeza e outros procedimentos de manutenção. A prevenção evita que surjam surpresas desagradáveis justamente no momento de relaxamento e descontração!


Confira os cuidados para o bom funcionamento da resistência para sauna


Como explicamos, a manutenção preventiva é essencial para garantir o bom funcionamento da sauna, além de manter o ambiente saudável (livre de fungos e de bactérias). Entre os cuidados necessários, é importante avaliar se as conexões hidráulicas e elétricas têm algum tipo de avaria que demande reparos emergenciais, além de intensificar os procedimentos de limpeza.


Embora em muitos locais a manutenção da sauna seja terceirizada, é importante conhecer as peças que compõem o equipamento e saber quais são os procedimentos indicados para garantir o funcionamento por mais tempo. Assim, acompanhe nossas dicas para descobrir quais são as boas práticas que proporcionam o melhor desempenho de sua sauna.


1. Verifique o funcionamento de todas as peças


Periodicamente, é necessário conferir se todos os dispositivos utilizados na sauna estão funcionando de maneira adequada. Isso significa que é preciso observar se as conexões hidráulicas e elétricas não apresentam problemas, além de checar se não existe uma falta de fase da companhia de fornecimento de energia elétrica.

Se notar algum problema no funcionamento, verifique:

  • se os disjuntores estão ligados ou com avarias;

  • se existe falha no fornecimento de água;

  • se o dreno do equipamento está fechado;

  • se não for encontrada nenhuma falha nessas peças e mesmo assim a sauna não ligar, é fundamental conferir a fiação do painel de comando.


2. Faça a manutenção preventiva


A manutenção preventiva é essencial para evitar problemas. Por isso, é importante conhecer todas as peças que compõem o equipamento e como é o funcionamento de cada uma delas.


O gerador é o responsável por esquentar a água e aquecer o ambiente. Ele é constituído por resistências elétricas internas, as quais produzem o calor. Se esse equipamento ou a resistência não estiverem funcionando corretamente, o desempenho da sauna e a temperatura do vapor serão afetados.


O gerador contém também uma boia interna, a qual garante que a sauna não será ligada sem a presença água. Além disso, existe um termostato que controla a temperatura.


Além de conferir o funcionamento adequado desses equipamentos, é importante fazer a drenagem periódica. O recomendado é que isso seja feito a cada quatro usos ou, no mínimo, uma vez por mês, para evitar o acúmulo de água ou de resíduos que possam obstruir o gerador.


3. Saiba detectar problemas


Um indício de problemas é a temperatura da sauna. Como explicamos, se houver danos no gerador ou na resistência, o aquecimento não será suficiente.


Embora a queima da resistência seja uma das falhas mais comuns, sua vida útil pode ser preservada com a manutenção adequada. Vale lembrar que se a água na região de instalação do equipamento for calcária, os cuidados precisam ser intensificados, pois há maior risco de formação de depósitos.


A limpeza também é fundamental para evitar que o calcário decantado provoque entupimento na tubulação.


Outro alerta de problemas é a ocorrência de vazamentos. Isso pode acontecer em locais onde a pressão da água é muito forte, fazendo com que, com o passar do tempo, a boia perca a capacidade de vedação. Para evitar que essa ocorrência, a solução é instalar um dispositivo que reduza a pressão, ou não abrir totalmente os registros.


4. Adquira produtos de qualidade


Embora a sauna seja um equipamento relativamente simples, o uso de peças de qualidade, certificadas pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), é essencial para garantir o bom funcionamento e maior durabilidade.


Existem vários modelos de resistência para sauna. Uma empresa especializada poderá orientar a escolha da peça adequada ao equipamento, além de indicar cuidados específicos tanto para a instalação quanto para evitar defeitos e preservar sua vida útil. A IMC é referência no mercado de resistências elétricas e pode oferecer toda a assessoria técnica para a sua compra.


5. Troca da resistência

Em se falando especificamente da resistência da sauna, o componente principal responsável pelo aquecimento, é preciso observar o seu tempo de vida útil. Muitas vezes, a resistência ainda funciona mas precisa ser trocada.


Não é porque ainda existe aquecimento que a peça estará funcionando adequadamente. Para saber se isso está ocorrendo, uma boa dica é consultar o fabricante ou buscar pela informação no manual. Resistências têm um determinado período de vida útil e, sempre que ele é alcançado, sua troca deve ser efetuada.

6. Observe o cabeamento e conexões

A sauna é um espaço que funciona com água e com eletricidade ao mesmo tempo. Até mesmo por isso, costuma ficar localizada em áreas junto com piscinas. Isso requer um cuidado redobrado, pois apesar de estarem juntas nesse caso, eletricidade e água não se dão bem juntas. Por isso é tão importante assegurar que as instalações estão sempre em conformidade com as normas.


Dessa forma, convém observar a qualidade das conexões que ligam as tubulações de água. Elas não podem ter vazamentos, pois podem entrar em contato com as instalações elétricas. Falando nisso, esse é outro ponto de atenção, pois não adianta cuidar das tubulações se as fiações estão desencapadas, por exemplo. Todo o conjunto elétrico deve estar devidamente isolado e aterrado.


Existem vários modelos de resistência para sauna. Uma empresa especializada poderá orientar a escolha da peça adequada para o equipamento, além de indicar cuidados específicos tanto para a instalação quanto para evitar defeitos e preservar sua vida útil. A IMC Resistências é uma empresa referência no mercado de resistências elétricas e pode oferecer toda a assessoria técnica, desde a orientação na sua compra quanto ao suporte de acompanhamento após a venda.


Quer conhecer mais sobre os diversos modelos de resistência e suas indicações? Então, entre em contato conosco agora mesmo e saiba como preservar o funcionamento de sua sauna!

200 visualizações2 comentários
bottom of page