top of page
Banner Blog da IMC

Blog da IMC

  • Foto do escritorIMC Resistências Elétricas

Resistência para aquecimento de óleo: como funciona?


Resistência para aquecimento de óleo: como funciona?

Com um inverno cada vez mais rigoroso, uma das alternativas mais procuradas pelos consumidores são os aquecedores a óleo. Esse equipamento é bastante eficiente e deixa o ambiente mais confortável e aconchegante. Mas você sabe como funciona a resistência para aquecimento a óleo?


Os aquecedores são aparelhos muito úteis e práticos para deixar a casa com a temperatura ideal nos dias mais frios do ano. O aquecedor a óleo, assim como os outros tipos, funciona por meio de eletricidade, ou seja, precisa de resistência para desempenhar sua função.


Conhece as vantagens desse tipo de aquecedor? Neste artigo, vamos abordar esses e outros temas. Confira!

O que é uma resistência para aquecimento a óleo?

Assim como os outros tipos de aquecedores, o modelo a óleo também precisa de eletricidade para funcionar. Realmente, o aquecedor utiliza óleo para esquentar os ambientes, mas é preciso uma resistência elétrica para esse aquecimento.


Porém, diferentemente dos modelos elétricos, o ar não entra em contato com a resistência, evitando o ressecamento do ambiente. Dessa forma, o óleo, que circula dentro de uma serpentina, é colocado em um recipiente aquecido por essa resistência, promovendo o ar quente que vai esquentar todo o local.


Por meio da transferência de calor de um lugar para o outro dentro do aquecedor, o ar quente é dispersado, deixando o ambiente aquecido de forma mais uniforme. É importante lembrar que esse óleo colocado no aquecedor não necessita de troca. Para usar o aquecedor a óleo, basta ligá-lo na tomada e escolher a temperatura que melhor vai atender à ocasião.


Com a ajuda de um termostato, o aparelho desliga quando a temperatura escolhida é atingida. Isso ajuda a economizar energia e mantém o ambiente aquecido conforme a regulagem.


O óleo usado nos aquecedores desse modelo é vegetal e vem de fábrica. Por isso, não é preciso realizar a troca do produto, salvo as vezes em que o aparelho apresentar defeitos, como vazamento por conta de quedas ou batidas. Nesses casos, a substituição do líquido só pode ser feita por uma assistência técnica especializada.

Quais as vantagens do aquecedor a óleo?

Para que o aquecedor a óleo funcione, é preciso haver uma troca de calor entre o ar do ambiente e o aparelho. Sem ressecar o ar, esse equipamento é capaz de distribuir calor por igual em todo o espaço, mantendo a temperatura adequada por mais tempo.


O aquecedor a óleo oferece várias vantagens e, por isso, tem sido o modelo mais escolhido. Conheça os principais benefícios:

  • sem produção de ruídos e luminosidade: o modelo é a melhor alternativa para que o uso não atrapalhe as tarefas realizadas no ambiente;

  • não resseca o ar: isso acontece porque o ar não entra em contato direto com a resistência do aquecedor;

  • mais eficiência: mantém a temperatura adequada do ambiente por mais tempo, mesmo demorando um pouco mais para esquentar, quando comparado ao modelo elétrico;

  • economia de energia: mesmo que custe um pouco mais que os aquecedores elétricos, esse modelo mantém o calor no ambiente por mais tempo, proporcionando mais economia.


Qual a diferença entre aquecedor a óleo e o elétrico?


O mercado oferece os aquecedores a óleo e elétricos. Vejamos as diferenças.

Aquecedor a óleo

Geralmente, esse modelo é o mais encontrado no mercado. Mesmo usando óleo para seu funcionamento, esse tipo de aquecedor precisa de energia elétrica para fazer funcionar a resistência do aquecedor a óleo. Dessa forma, através dessa resistência, o óleo é aquecido dentro do radiador e circula por uma serpentina.


Além de muito silencioso, o aquecedor a óleo não resseca o ar dos ambientes e os deixa aquecidos por mais tempo. O óleo precisa de mais tempo para esquentar e, por isso, esse processo pode demorar mais, quando comparado ao aquecedor elétrico.

Aquecedor elétrico

Esse modelo de aquecedor também usa uma resistência, mas como não precisar aquecer nenhum líquido, o processo de aquecimento é mais rápido. Esse tipo de aparelho também tem dimensões menores, se comparado com os modelos a óleo, o que facilita o transporte.


Porém, os aquecedores elétricos são mais indicados para espaços menores, o que deve ser considerado na hora da escolha.


Quais os cuidados na hora de escolher o melhor aquecedor?


O primeiro passo para definir qual o aquecedor mais indicado é definir o ambiente onde ele será utilizado. O mercado oferece aquecedores elétricos e a óleo e é preciso conhecer cada um para definir qual o melhor modelo para a demanda e, assim, indicar o melhor aparelho.


Os aquecedores elétricos esquentam o ar mais rapidamente e são considerados mais leves. Porém, como concentram o calor na sua proximidade, são mais indicados para cômodos menores.


Já os aquecedores a óleo são os mais encontrados no mercado e extremamente silenciosos. Além disso, esse modelo não resseca o ar e deixa o ambiente com a temperatura adequada por mais tempo, gerando mais economia.


Como vimos, a resistência para aquecimento a óleo tem a função de esquentar o líquido que se encontra dentro do equipamento e que circula por meio de uma serpentina. Apesar de demorar um pouco mais para esquentar o ambiente, esse aparelho oferece ótimo custo-benefício, não resseca o ar e é bastante eficiente.


Gostou de saber mais sobre o aquecedor a óleo? A IMC Resistências tem as melhores resistências para os mais variados projetos. Conheça nossos produtos!

54 visualizações0 comentário
bottom of page