top of page
Banner Blog da IMC

Blog da IMC

  • Foto do escritorIMC Resistências Elétricas

Rede tripolar ou trifásica: entenda as diferenças e quando escolher


Rede tripolar ou trifásica: entenda as diferenças e quando escolher


Conhecer os tipos de redes é fundamental quando falamos em construção. Afinal, cada tipo de espaço necessita de um modelo de rede elétrica, conforme a necessidade de energia do ambiente. Isso tudo é verificado já no planejamento. No entanto, para chegar a essa escolha, é fundamental saber o que é tripolar ou trifásico.


Isso é essencial para assegurar o melhor aproveitamento dos equipamentos, além da segurança do ambiente. Por meio dessa avaliação, é possível identificar qual a melhor rede.


Neste post, falaremos sobre as principais redes elétricas e suas diferenças. Leia atentamente e confira!


Quais são os tipos de redes?


A energia elétrica para os prédios, residências ou espaços comerciais é distribuída pelas concessionárias autorizadas pelos órgãos governamentais. Essa energia passa por transformadores, para então ser distribuída pela fiação. Ela é separada em alguns tipos de rede: monofásica, bifásica e trifásica. Conheça um pouco mais sobre cada tipo abaixo.


Monofásica


Sua principal característica está na fiação por onde passa a corrente elétrica. Nesse modelo, a ligação entre o transformador e o local a ser abastecido é feita por dois fios, um para a fase e o outro neutro.


Nesse tipo rede, os equipamentos podem consumir no máximo 8000 watts. Geralmente, essa rede é utilizada em residências, com equipamentos do cotidiano, como televisão, rádios e chuveiros.


Bifásica


Usualmente utilizada na zona rural, a rede elétrica bifásica é recomendada para locais que chegarão a uma potência total de 12000 watts até 25000 watts, com todos os equipamentos ligados.


Sua principal característica de instalação está na implantação, sendo necessários três condutores, dois fases e um neutro.


Trifásica


Por suportar uma maior carga de energia, essa rede é utilizada em zonas urbanas, ou seja, em locais com maior número de equipamentos elétricos. De modo geral, a rede trifásica é uma rede considerada de maior potência, por suportar de 25000 a 75000 watts.


Sua principal característica que a diferencia das outras redes é a utilização de quatro fios, sendo 3 fases e um neutro. De maneira geral, a rede trifásica traz mais vantagens aos seus consumidores, pois evita quedas de energia, utiliza menos cobre e alumínio e permite que a distribuição de energia chegue a longas distâncias.


O que são os disjuntores?


Além de conhecer os tipos de redes elétricas, é importante saber quais modelos de disjuntor utilizar. Todas essas medidas potencializam os resultados e evitam os riscos de acidentes.


O disjuntor é, basicamente, um dispositivo de segurança que desligará a corrente elétrica caso a potência seja maior que a carga suportada.


Com a informação de qual potência de energia a concessionária disponibiliza, é possível realizar a escolha do disjuntor que mais se adapta ao espaço.

Os disjuntores tripolares ou trifásicos são classificados com base na corrente elétrica que circula por esses dispositivos. Nesse caso, esses circuitos possuem três fases. Eles são utilizados principalmente em sistemas de 220v a 380v.


Como podemos ver, a escolha da melhor rede elétrica é algo determinante para o consumo e a segurança do ambiente. Por isso, ela precisa ser determinada por um profissional experiente e, acima de tudo, é necessário utilizar materiais de qualidade.


Agora que você sabe as principais diferenças entre as redes elétricas e as características de tripolar ou trifásico, leia também “Qual a diferença entre sensor e transdutor?” e fique por dentro do assunto!



802 visualizações2 comentários

2 Comments


Carlos Abreu
Carlos Abreu
Apr 13
Like

Carlos Abreu
Carlos Abreu
Apr 13
Like
bottom of page