top of page
Banner Blog da IMC

Blog da IMC

Ícone entrega pelos Correios para todo Brasil

ENTREGA PELOS CORREIOS

para todo Brasil

Ícone retire na loja sua compra do site

RETIRE NA LOJA

sua compra do site

Ícone dividimos em até 12 vezes pagamento nos cartões

DIVIDIMOS EM ATÉ 12 VEZES

pagamento nos cartões

Ícone loja 100% segura - selo SSL utilizado

LOJA 100% SEGURA

selo SSL utilizado

  • Foto do escritorIMC Resistências Elétricas

Quais os tipos de termostato existentes? Confira


Quais os tipos de termostato existentes? Confira

Apesar de ter um princípio de funcionamento aparentemente simples, o termostato é um elemento que apresenta diferentes modelos e aplicações para os mais diversos tipos de equipamentos. É comum observarmos esse dispositivo em aquecedores e geladeiras sem atentar para os mecanismos que o compõem.


Pensando nessas questões, elaboramos este artigo para trazer mais informações sobre o que são os termostatos, como esses dispositivos funcionam e quais são os principais modelos disponibilizados pelo mercado. Acompanhe!


O que são os termostatos?


Os termostatos são dispositivos eletricamente conectados e de ação mecânica. Esses componentes são empregados na automatização de processos a partir da detecção da variação de temperatura, corrigindo essas amplitudes e mantendo a atmosfera a um limite aceitável previamente programado pelo usuário.


Esses componentes são calibrados e testados individualmente com o intuito de atender às características elétricas e térmicas do sistema. A expectativa de vida útil é geralmente acima de 50.000 ciclos de operação, a depender da marca e do modelo, quando utilizado para o controle da temperatura operacional ou como limitador da atmosfera do ambiente, aumentando a segurança.


Os termostatos são encontrados em diversos tipos de aparelhos e sistemas para detectar e corrigir variações de temperatura, seja em equipamentos que fazem parte do dia a dia da maior parte das pessoas, seja em maquinários industriais em geral. Além disso, são constituídos por duas partes principais, que são conhecidas como sensores e reguladores.


Os sensores servem para indicar a variação térmica do sistema, enquanto que os reguladores fazem o controle da oscilação para corrigir os desvios de temperatura de acordo com um intervalo padrão, mantendo o ambiente dentro dos limites previamente estabelecidos.


Como esses componentes funcionam?


Um termostato atua na regulação da temperatura para que ela esteja dentro do intervalo pré-estabelecido pelo usuário. O elemento que é responsável por atender a esses limites é o regulador, que controla o bom funcionamento de refrigeradores, ar-condicionados e ferros elétricos, por exemplo.


Por sua vez, o elemento sensor aciona os mecanismos de correção a partir da combinação das variações de pressão e temperatura, regulando a atmosfera do ambiente.


A unidade de atuação dos termostatos é constituída por um disco de ação rápida que age como um elemento de expansão térmica, responsável por abrir e fechar o contato elétrico, e que, com isso, regula a temperatura conforme a necessidade do utilizador.


No funcionamento de geladeiras e ar-condicionados, por exemplo, é o termostato que mantém a temperatura ideal, de acordo com a programação estabelecida pelo usuário. Quando esse componente apresenta algum tipo de defeito, é imprescindível verificar o modelo necessário e contatar um profissional para realizar o reparo adequado.


Quais são os principais tipos e suas aplicações?


O mercado apresenta uma grande quantidade de modelos de termostatos com diferentes aplicações. A escolha baseia-se no tipo de equipamento em que o dispositivo será utilizado e os limites de temperatura de trabalho, fornecendo um sistema de resfriamento ou aquecimento do ambiente.


Para que você escolha o termostato ideal para as suas atividades levando em consideração a eficiência desses componentes, listamos os principais tipos e as suas aplicações. Confira!


Termostato bimetálico


O termostato mais comumente encontrado entre os variados tipos de máquinas e equipamentos é o bimetálico. Esse componente apresenta um suporte de fixação a partir de parafusos ou rosca M4, posicionado em contato com a fonte geradora de calor ou com a parte desejada para a regulação da temperatura.


Esse dispositivo tem um dos melhores custos-benefícios do mercado, essencialmente empregado em aplicações operacionais na substituição de sistemas eletrônicos. Equipamentos gastronômicos, eletrodomésticos em geral, ferramentas industriais e médicas, estufas e autoclaves são alguns dos exemplos de atuação desses componentes.


Termostato de lâmina


Já o termostato de lâmina faz o controle da temperatura a partir de uma haste ou parafuso fixo. Esse dispositivo foi especificamente desenvolvido para regulagens dentro de um intervalo de 0°C a 300°C, com mais eficiência quando posicionados em contato com a fonte geradora de calor.


Para as situações que não requerem um grau de precisão alto, os termostatos de lâmina são opções viáveis para a substituição dos componentes capilares a um custo muito mais competitivo. Geralmente as estufas esterilizadoras, sanduicheiras, fornos, autoclaves, ferros de passar e máquinas de fumaça são os exemplos mais comuns desses dispositivos.


Termostato capilar


Por sua vez, esse modelo é constituído por um bulbo capilar que pode ou não ficar a uma distância maior do controle de temperatura, transmitindo o calor para os dispositivos elétricos que regulam a abertura ou fechamento das lâminas bimetálicas.


O termostato capilar suporta uma corrente de até 30 amperes, o que permite sua utilização em equipamentos com resistências elétricas de potências elevadas. As aplicações mais comuns desse modelo são as estufas e os maquinários industriais e de gastronomia.


Termostato de degelo


Esse tipo de termostato apresenta selagem hermética e é muito empregado em ambientes úmidos que requerem temperaturas baixas e refrigeradas, geralmente abaixo de 20°C. O mercado disponibiliza modelos com suportes para fixação em superfícies ou para medicação da atmosfera, muito observado em serpentinas.


Termostato para refrigeração


O termostato para refrigeração é geralmente aplicado em sistemas de baixas temperaturas, da ordem de -10°C a 20°C, contendo um capilar em contato para a transmissão da normalização do calor para a base onde estão os bimetais, regulando a passagem elétrica.


Esses dispositivos são comumente empregados em bebedouros, freezers, ar-condicionados e geladeiras comerciais, apresentando um ajuste fino de temperatura para calibração.


Termostato para painéis elétricos


Por fim, esses termostatos, normalmente utilizados para climatizar racks de servidores e painéis elétricos, apresentam uma regulagem de temperatura mecânica. São muito aplicados em sistemas que exibem um resfriamento por ventiladores ou aquecimento por acionamento de luzes.


Qual o melhor: termostato analógico x termostato digital?


Os termostatos analógicos, também conhecidos como eletromecânicos, fazem uso de sensores bimetálicos e do princípio de gás de expansão. Esse sistema funciona com faixas de controle que detectam a mudança de pressão, transmitindo essa variação para o elemento central que faz a regulagem da temperatura como forma de compensar essas diferentes amplitudes.


Por sua vez, os termostatos digitais apresentam o mesmo princípio de funcionamento dos dispositivos analógicos, mas com a diferença única de utilizarem um componente chamado de termistor, que controla a variação da resistência em função do ajuste de temperatura.


A vantagem dos termostatos digitais frente aos analógicos consiste na possibilidade de temporização e programação de ações, com um visor específico que fornece a leitura em tempo real.


Entretanto, os termostatos analógicos não apresentam potencial para drenagem de energia quando os aparelhos não estão em uso, o que os torna muito eficientes em termos de consumo. Além disso, o funcionamento e a manutenção desses dispositivos são bastante simples, além de exibirem uma vida útil mais elevada.


A IMC é uma empresa que se especializou na produção e comercialização de termostatos analógicos no mercado brasileiro há mais de 50 anos, fornecendo produtos com qualidade e durabilidade compatíveis com as atividades industriais. A organização atua no aperfeiçoamento de seus componentes para atender aos mais variados segmentos fabris.


Sobretudo, a definição do termostato ideal para um equipamento baseia-se no entendimento do funcionamento desses dispositivos e o tipo de atividade que será desenvolvida. Os componentes analógicos destacam-se pela sua eficiência e durabilidade, enquanto os digitais têm uma ampla variedade de programações. A IMC é uma empresa especializada nesse setor que está pronta para atender aos mais diversos segmentos industriais.


E então, gostou do nosso artigo sobre os principais tipos de termostato existentes no mercado? Entre em contato conosco para conhecer a nossa linha especializada e tire todas as suas dúvidas!

378 visualizações3 comentários

3 Comments




Marcelo Silva
Marcelo Silva
Mar 22

trabalho numa emprea de distribuição de termostatos e de resistençias é atraves desse site consigo aprender qual a diferença dos produtos e tambem ter uma vantagem a mais sobre os produtos que procuro separar para envia para o cliente

Like
bottom of page