top of page
Banner Blog da IMC

Blog da IMC

  • Foto do escritorIMC Resistências Elétricas

Manutenção corretiva na indústria: conheça as vantagens e desvantagens


Manutenção corretiva na indústria: conheça as vantagens e desvantagens

A manutenção corretiva é uma atividade extremamente importante para uma empresa e deve ser executada com precisão e eficiência. Trata-se de um procedimento técnico que atua para restaurar as condições de um equipamento e garantir a funcionalidade.


Nesse sentido, é um tipo de intervenção que precisa acontecer por meio de uma abordagem direta, ágil e muito bem planejada. Afinal, influencia diretamente no fluxo de trabalho, nos processos produtivos e nos custos operacionais na indústria.


Por ser um assunto extremamente importante, entender mais sobre ele é indispensável para todo gestor. Por isso, continue neste post e veja o que é a manutenção corretiva, quais os tipos, vantagens e desvantagens! Boa leitura!


O que é a manutenção corretiva?


De uma forma direta, a manutenção preventiva é um serviço realizado após a ocorrência de falhas e problemas em um equipamento. Dessa forma, os profissionais analisam e efetuam os devidos reparos, para colocar em funcionamento novamente.


Em outras palavras, é um tipo de manutenção que tem o objetivo de restaurar as condições ideais de um equipamento. Sendo assim, elimina todas as fontes que causaram as falhas, corrigindo os problemas para que a operação seja retomada.


Como se diferencia dos outros tipos?


Apesar de ser um conceito simples de entender, muitas vezes a manutenção corretiva é facilmente confundida com outros tipos comuns nas indústrias. Entretanto, compreender a diferença entre elas é o primeiro passo para ter processos adequados.


Como cada situação tem suas características, é necessário que a equipe entenda como atuar para garantir o andamento do fluxo produtivo e a segurança. Desse modo, é possível direcionar a atuação e também organizar melhor a gestão industrial.


Agora que você já viu o conceito da manutenção corretiva, veja a seguir quais os outros tipos para entender a diferença entre eles!


Manutenção preventiva


Como o próprio nome sugere, a manutenção preventiva é aquela realizada sem que o equipamento ou máquina apresente algum defeito ou falha. Sendo assim, é uma ação que monitora, confere e controla aspectos para impedir que as falhas aconteçam.


Manutenção preditiva


Por sua vez, a manutenção preditiva é aquela que realiza o acompanhamento periódico dos equipamentos, por meio de inspeções e coleta de dados. Desse modo, também atua com caráter preventivo, ou seja, para evitar danos e prever falhas.


Quais os tipos de manutenção corretiva?


A manutenção corretiva é uma atividade que existe em diferentes tipos, que tem características e aplicações distintas. Nesse sentido, cada uma pode ser aplicada em situações diferentes em uma indústria, de acordo com a necessidade e objetivos.


Nessa perspectiva, as classificações da manutenção corretiva são importantes para organizar melhor a gestão interna. Inclusive, a compra de peças e produtos para utilizar nas manutenções, fator que causa impactos no planejamento financeiro.


Veja nos próximos tópicos, quais tipos de manutenção corretiva existem!


Planejada


É um tipo de manutenção corretiva que acontece de forma programada, ou seja, os gestores determinam a periodicidade da realização. Consiste em uma atividade baseada no acompanhamento da máquina, para identificar problemas previamente.


Emergencial


Também chamada de manutenção não planejada, é um tipo que acontece quando o equipamento para, devido algum problema grave. Dessa maneira, a manutenção acontece em caráter emergencial, geralmente após uma falha ou problema inesperado.


Revisão


Considerado um dos tipos mais simples e que exige menor tempo de reparo, a revisão acontece para substituir ou restaurar componentes. Diante disso, o equipamento ou máquina rapidamente é reparado e pode retornar para suas atividades de rotina.


Reconstrução


A reconstrução é um tipo de manutenção corretiva mais complexa e custosa, que vai restaurar o equipamento de uma forma mais completa. Geralmente, exige a desmontagem e substituição de muitas peças para que o equipamento retorne ao funcionamento habitual.


Quais as vantagens da manutenção corretiva?


Quando bem executada, a manutenção corretiva é capaz de oferecer vantagens importantes para uma indústria. Além de garantir a retomada das operações, pode contribuir em diversos aspectos técnicos, inclusive na vida útil dos equipamentos.


Sendo assim, algumas das principais vantagens dessa manutenção são as seguintes:

  • aumento da confiabilidade dos equipamentos;

  • redução de perdas;

  • minimização de acidentes.


No entanto, ter os benefícios da manutenção corretiva depende diretamente da capacitação da equipe e qualidade das peças utilizadas. Caso contrário, os itens podem voltar a apresentar defeitos e comprometer os processos produtivos.


Quais as desvantagens da manutenção corretiva?


A manutenção corretiva também tem seus pontos negativos, principalmente quando comparada com a preventiva. Tendo em vista que o processo acontece após o problema e parada do equipamento, pode trazer algumas desvantagens para a indústria.


Diante disso, algumas delas são:

  • altos gastos;

  • redução de produção;

  • danos ao meio ambiente;

  • menor previsibilidade;

  • pausas inesperadas nas operações;

  • depreciação dos equipamentos;

  • custos inesperados;

  • riscos à segurança ocupacional.


Em vista disso, a manutenção corretiva causa impactos que podem ser sérios, por isso, é fundamental ter atenção redobrada. Embora seja indispensável em muitas situações, realizar da forma correta e estratégica é essencial para mitigar as desvantagens.


Quando realizar e quais cuidados tomar?


A manutenção corretiva deve ser efetuada sempre que um equipamento ou máquina apresente algum tipo de pane ou defeito. É importante que seja realizada nos estágios iniciais do problema, para facilitar os reparos e reduzir os danos em outras peças e sistemas.


Nesse sentido, é imprescindível que os gestores adotem alguns cuidados, por exemplo:

  • contrate profissionais especialistas e qualificados;

  • alinhe a comunicação entre operação e manutenção;

  • invista em um bom cronograma de revisões;

  • treine os colaboradores para acionar o setor de manutenção no início do problema;

  • mantenha um estoque dos principais produtos e peças das máquinas.


Com essas dicas, você terá melhores possibilidades para realizar a manutenção corretiva de uma forma mais rápida e econômica. Fator que vai contribuir para evitar a parada longa das operações e colocar em risco a qualidade dos produtos ou serviços.


Como percebeu, a manutenção corretiva industrial é uma atividade importante e que deve ser realizada por uma equipe técnica e com um bom planejamento. Sobretudo, para promover soluções eficazes que garantem a segurança e o bom funcionamento dos equipamentos.


Gostou deste post? Agora que você conferiu informações relevantes sobre a manutenção corretiva na indústria, curta nossa página no Facebook! Aproveite e veja outros conteúdos e novidades incríveis sobre diversos assuntos profissionais!

211 visualizações2 comentários

2 則留言


Carlos Abreu
Carlos Abreu
4月13日
按讚

Carlos Abreu
Carlos Abreu
4月13日
按讚
bottom of page