top of page
Banner Blog da IMC

Blog da IMC

Ícone entrega pelos Correios para todo Brasil

ENTREGA PELOS CORREIOS

para todo Brasil

Ícone retire na loja sua compra do site

RETIRE NA LOJA

sua compra do site

Ícone dividimos em até 12 vezes pagamento nos cartões

DIVIDIMOS EM ATÉ 12 VEZES

pagamento nos cartões

Ícone loja 100% segura - selo SSL utilizado

LOJA 100% SEGURA

selo SSL utilizado

  • Foto do escritorIMC Resistências Elétricas

Lei de OHMS e sua aplicação na fabricação de resistências


Lei de OHMS e sua aplicação na fabricação de resistências

Você sabe o que é a lei de OHMS? Ela é um conceito que afirma que a resistência elétrica é encontrada por meio da razão entre o potencial elétrico e a rede elétrica. Esse é um termo muito importante, porque ele nos permite fazer cálculos e encontrar dados, como tensão resistência elétrica e corrente.


Neste texto, você entenderá melhor sobre a resistência elétrica, como utilizá-la na indústria, bem como quais são os seus modos de propagação de calor. Dessa maneira, você se tornará um profissional mais apto na área e poderá encontrar informações que serão muito relevantes para a sua atividade.


O que é resistência elétrica?


A resistência elétrica é a capacidade do corpo de conseguir se opor à corrente elétrica, sendo ligada ao choque de átomos e elétrons livres dentro dos seus condutores. Sua unidade de medida é o Ohm. A resistência elétrica pode sofrer variações, de acordo com largura, comprimento e da natureza do material condutor em questão.


Ela acontece da seguinte maneira: quando um condutor de eletricidade sofre uma diferença de potencial, ele acaba sendo percorrido por uma corrente elétrica, que é formada pelo movimento dos elétrons livres. Porém, ao estarem em movimento, eles começam a colidir entre si e com os átomos. Quanto mais colisões, mais difícil fica para a corrente elétrica de atravessar o condutor.


Um tipo de resistência bastante utilizado é a PWM (Pulse Width Modulation) que se refere ao pulsar de um sinal digital em um condutor. Ele é considerado um tipo de resistência, porém voltado para pulsos digitais. Além disso, ela pode ser utilizada para simular uma tensão estática variável, sendo aplicada no controle de motores elétricos, LEDs e aquecedores.


Como utilizar resistência elétrica na indústria?


A resistência pode ser utilizada de várias maneiras, principalmente por conta das diferes formas de propagar calor. Com a resistência elétrica tubular, é possível aquecer líquidos, gases e soluções, que são amplamente usados na linha de produção dos produtos da indústria. Elas conseguem aquecer a cerca de 450 °C.


Outro tipo de resistência usada é a de cartucho, que também pode ser aproveitada na indústria. Ela é normalmente utilizada em máquinas de corte, equipamentos de empacotamento, soldas, aquecimento direto, estampas, entre outras finalidades. Esse tipo costuma ser bastante resistente e ter uma boa vida útil.


Quais são os modos de propagação de calor?


Em relação aos modos de propagação de calor, existem variados tipos. O primeiro deles é a condução térmica, em que o calor é transferido por meio de uma interação subatômica entre cada partícula. Esse tipo de propagação é mais notada entre elementos sólidos, uma vez que a interação entre os átomos é maior, por estarem mais próximos.


Outro tipo de propagação de calor é o por convecção térmica, porém, ele só acontece em materiais fluidos, como líquidos e gases. Essa exigência é por conta da sua mudança de densidade ocasionada pela mudança de temperatura.


Um exemplo clássico dessa propagação de calor é quando esquentamos uma panela com água no fogão, o calor primeiro esquenta o líquido que está ao fundo. Essa água fica mais leve e sobe, enquanto que a mais fria chega ao fundo e começa a ser esquentada também.


Assim, entendendo o que é PWM e resistência elétrica, além de como ela pode ser utilizada na indústria, você conseguirá entender melhor sobre esse termo e conseguir aplicar o OHMs com mais sabedoria e em uma variedade de atividades para garantir segurança e eficiência em sua linha de produção.


Gostou do texto? Então compartilhe nas suas redes sociais para que mais pessoas conheçam esse termo!

57 visualizações2 comentários
bottom of page