top of page
Banner Blog da IMC

Blog da IMC

Ícone entrega pelos Correios para todo Brasil

ENTREGA PELOS CORREIOS

para todo Brasil

Ícone retire na loja sua compra do site

RETIRE NA LOJA

sua compra do site

Ícone dividimos em até 12 vezes pagamento nos cartões

DIVIDIMOS EM ATÉ 12 VEZES

pagamento nos cartões

Ícone loja 100% segura - selo SSL utilizado

LOJA 100% SEGURA

selo SSL utilizado

Desvendamos 3 questões sobre a manutenção de lava e seca!


Desvendamos 3 questões sobre a manutenção de lava e seca!

A máquina lava e seca é uma grande aliada das empresas que as utilizam em seus processos diários. Elas trazem praticidade para a lavagem e secagem dos mais variados tecidos, por exemplo, as roupas hospitalares.


A solução é bastante popular, mas ainda gera questionamentos a respeito da sua resistência. Por isso, talvez você tenha dúvidas sobre a manutenção de lava e seca, e isso é bastante comum entre gestores que desejam evitar problemas futuros.


A ausência de revisões periódicas, conforme orientação dos fabricantes dessas máquinas, pode trazer prejuízos significativos. A quebra das secadoras interrompe as atividades empresariais e deixa os colaboradores com tempo ocioso.


Gostaria de obter mais detalhes sobre resistência para secadora lava e seca e como fazer a sua manutenção? Continue a leitura!

1. Quando fazer a manutenção de lava e seca?

A frequência de uso da máquina vai determinar o tempo ideal para realizar a sua manutenção preventiva. Dimensione o tempo de uso da resistência para ter uma ideia da necessidade de enviá-la ou de chamar a assistência técnica.


Geralmente, os fabricantes orientam a fazer essas revisões semestralmente em aparelhos utilizados nas rotinas empresariais. Caso não consiga efetuar a avaliação a cada seis meses, realize-a, no mínimo, uma vez por ano para garantir o seu perfeito funcionamento.


Observe se há sinais de desgaste das peças ou vestígios de calcificação dos componentes que entram em contato com a água, e veja se os dutos parecem entupidos. Em qualquer uma dessas situações, solicite a manutenção corretiva.


2. Quando vale a pena levar a resistência da secadora ao conserto?


Vale a pena fazer a manutenção preventiva da resistência da lava e seca a cada seis meses, para garantir que a máquina continue operando normalmente durante as rotinas.


Os técnicos vão verificar se é preciso fazer ajustes ou se os desgastem exigem a troca do dispositivo. A substituição costuma ser mais acessível do que potenciais danos custariam para a empresa.


Algumas outras dicas são:

  • preste atenção aos sinais da secadora, para evitar que ela pare de funcionar repentinamente;

  • não hesite se ocorrer uma parada inexplicável com a máquina cheia de tecidos encharcados;

  • observe a performance dos equipamentos diariamente;

  • faça uma avaliação da resistência se detectar perda de desempenho;

  • verifique a presença de peças de roupas danificadas, centrifugação ineficiente e existência de barulhos incomuns.


Caso as roupas não estejam ficando completamente limpas, se saírem da máquina molhadas ou se você perceber algum cheiro de queimado nas proximidades da lava e seca, solicite a manutenção corretiva.


O aumento da fatura de energia elétrica ou vazamentos de água são outros motivos para ficar alerta e solicitar o auxílio de um profissional especializado na área.


3. Como fazer a limpeza e conservação dessa resistência?


É recomendado pedir para a assistência técnica fazer a limpeza completada da secadora, incluindo a resistência, para assegurar um bom desempenho.


As resistências ficam na parte interna da lava e seca, por isso, será necessário fazer a desmontagem do equipamento e realizar o deslocamento do dispositivo. Assim, o procedimento é mais garantido se for feito pelo técnico.


Essas são as principais questões sobre a manutenção de lava e seca! É interessante trocar a resistência das secadoras dentro do período indicado no manual de uso fornecido pelo fabricante. A revisão é relevante para manter os componentes internos funcionando corretamente, detectar a presença de botões, moedas e outros pequenos objetos em seu interior.


Quer aprender um pouco mais sobre um tema relacionado? Então, leia o próximo post e saiba quais são as características da resistência tubular aletada!

149 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page