top of page
Banner Blog da IMC

Blog da IMC

  • Foto do escritorIMC Resistências Elétricas

Conheça os principais tipos de aquecedor industrial


Conheça os principais tipos de aquecedor industrial

O aquecedor industrial é um equipamento utilizado para aquecer espaços, gases, fluidos ou substâncias relacionadas ou não com a produção. Empresas que realizam a modelagem de materiais como o plástico, ou precisam fazer a secagem de produtos de maneira ágil e eficiente, são exemplos de empreendimentos nos quais esse tipo de sistema é necessário.


Instalações que aproveitam a energia solar estão se tornando comuns, seja as de exposição direta, seja as de geração de energia elétrica por meio de painéis solares. Ainda assim, esses sistemas geralmente contam com uma fonte complementar convencional para evitar prejuízos com possíveis oscilações na produção.


Existem indústrias com enormes estruturas de aquecimento, mas há também aparelhos menores com finalidades mais restritas. São soluções, portanto, que estão diretamente relacionadas às demandas de cada empresa.


Quer saber mais sobre esses sistemas, seus principais tipos, indicações e benefícios? Então continue conosco para conferir!


Qual é a função de um aquecedor industrial?


A principal função de um aquecedor industrial é promover o aquecimento de água, lubrificantes, óleos combustíveis e outras substâncias com propósitos fabris ou não. Esse processo se dá pela troca de calor provocada pelo contato entre uma fonte de energia e o fluído (ou o compartimento no qual ele se insere, como um cabo ou tanque).


Pode ser empregado em diversos tipos de sistemas e instalado de inúmeras maneiras, de acordo com as características de cada projeto. Há também equipamentos menores e de fácil manuseio, geralmente aquecedores elétricos, que tornam a sua aplicação e o seu uso mais fáceis.


Quais são os principais tipos de aquecedor industrial?


Embora sistemas de aquecimento não demandem grandes adequações na infraestrutura dos imóveis, existem produtos para projetos de todos os tipos. Neste artigo, falaremos sobre as principais instalações e os equipamentos oferecidos no mercado, bem como suas características, indicações, vantagens e desvantagens. Confira a seguir.


Aquecedores de passagem


Como seu próprio nome esclarece, o aquecedor de passagem é aquele no qual o fluido (geralmente água) passa por uma serpentina exposta a uma fonte de calor. Essa fonte pode ser câmara de combustão, fornalhas, energia elétrica e até energia solar — neste último caso, a serpentina é instalada geralmente no telhado do local para receber maior radiação do sol.


A maior vantagem desse tipo de aquecedor industrial é que ele dispensa o uso de reservatórios. Entretanto, seu sistema tende a atender a um número restrito de pontos, sendo, dependendo da fonte de energia utilizada, necessário criar saídas para o vapor ou para a fumaça.


Embora seja uma solução relativamente básica, existem modelos equipados com sensores, termostatos e centrais digitais que permitem um controle extremamente preciso do processo de aquecimento.


Aquecedores por acumulação


Esse tipo de aquecedor funciona tal como o citado no tópico anterior, porém com a presença de um reservatório de acumulação. Nesses locais — que geralmente são tanques ou cilindros instalados no forro ou no telhado do imóvel—, o fluido aquecido fica armazenado para posterior utilização.


A maior vantagem desse sistema é que há sempre uma quantidade razoável de água (ou qualquer outro fluído) disponível, o que permite que o aquecedor atenda a mais pontos de consumo ou processos de maior demanda.


Sua única desvantagem está justamente no reservatório que pode ocupar um espaço significativo no local e, naturalmente, representará um investimento a mais na instalação. Sua necessidade, portanto, será definida pelas demandas do empreendimento.


Aquecedores elétricos


Por fim, temos os aquecedores elétricos que podem ser encontrados nos mais diversos tipos de modelos e sistemas, incluindo os de passagem e de acumulação — que nesse caso são conhecidos como boilers.


Seu diferencial está na fonte de energia utilizada. Os fluidos são aquecidos por resistências elétricas que garantem uma altíssima eficiência no aquecimento e também tornam a instalação mais enxuta. A desvantagem está apenas no consumo de energia elétrica, tendo em vista que o aquecedor precisa trabalhar de forma ininterrupta.


Há, porém, dispositivos especiais que otimizam esse consumo, tais como sensores e timers, que acionam o sistema apenas em horários programados ou quando o fluido se encontra em uma temperatura abaixo da ideal.


Outra vantagem é que o mercado disponibiliza equipamentos compactos que facilitam significativamente a instalação e a viabilizam em diferentes tipos de local ou imóvel. Além disso, por permitirem um controle preciso da temperatura, também se integram melhor a estruturas industriais automatizadas.


Quando esses equipamentos são indicados?


As aplicações de um aquecedor industrial são inúmeras. Esses equipamentos não apenas desempenham funções essenciais em diversos tipos de processos produtivos, como também são usados para fornecer maior conforto térmico em chuveiros, torneiras e refeitórios.


Os sistemas de aquecimento estão se tornando mais populares na construção civil, principalmente os que se beneficiam da grande disponibilidade de energia solar no país. Os benefícios observados nas residências são semelhantes aos obtidos pela indústria: redução das contas de luz em relação a soluções convencionais, menor impacto ambiental e maior eficiência nos processos de aquecimento.


Entretanto, embora as instalações sustentáveis sejam o que há de mais moderno no mercado, equipamentos elétricos continuam sendo extremamente úteis, pois podem operar com alta eficiência, independentemente de fatores externos, como baixa insolação ou temporais.


Como adquirir um aquecedor com segurança?


A escolha de um aquecedor industrial deve levar em conta inicialmente as necessidades e os objetivos do empreendimento. As possibilidades disponíveis para esse tipo de sistema são inúmeras, e o gestor tem, inclusive, a liberdade de investir em um projeto exclusivo com equipamentos desenvolvidos sob demanda.


Contar com fornecedores confiáveis e com experiência no mercado é também fundamental para obter as orientações corretas e evitar problemas no futuro. Felizmente, o Brasil conta com muitas empresas de alto padrão, e cabe ao consumidor encontrar a que melhor atende a suas exigências.


Neste artigo, você conferiu os principais tipos de sistemas de aquecimento industrial, bem como suas características e suas indicações. Se o seu negócio, assim como diversos outros, necessita de um equipamento ou uma instalação como essa, resta apenas escolher o parceiro certo.


A IMC é uma empresa especialista na fabricação e na comercialização de insumos para empresas, com destaque para as resistências elétricas. Com serviços e produtos certificados pelas mais altas inspeções de qualidade do mercado e mais de 50 anos de operação, orgulhamo-nos de ser uma das mais tradicionais marcas do setor em nossa região.


Agora que você já conhece os tipos de aquecedor industrial disponíveis, se ficou interessado por algum dos citados no nosso artigo, busque pelo seu!


Não deixe de conferir as opções que temos na IMC. Teremos um grande prazer em atendê-lo!

246 visualizações2 comentários

2件のコメント


Carlos Abreu
Carlos Abreu
há 6 dias
いいね!

Carlos Abreu
Carlos Abreu
há 6 dias
いいね!
bottom of page