top of page
Banner Blog da IMC

Blog da IMC

Ícone entrega pelos Correios para todo Brasil

ENTREGA PELOS CORREIOS

para todo Brasil

Ícone retire na loja sua compra do site

RETIRE NA LOJA

sua compra do site

Ícone dividimos em até 12 vezes pagamento nos cartões

DIVIDIMOS EM ATÉ 12 VEZES

pagamento nos cartões

Ícone loja 100% segura - selo SSL utilizado

LOJA 100% SEGURA

selo SSL utilizado

  • Foto do escritorIMC Resistências Elétricas

Como preparar um projeto elétrico industrial eficiente?


Como preparar um projeto elétrico industrial eficiente?

Elaborar um bom projeto elétrico industrial faz parte da composição de um funcionamento eficiente de uma planta fabril. Para isso, é preciso considerar e executar os principais passos necessários ao levantamento de cargas, referente à necessidade de energia da fábrica. É dessa forma que o melhor resultado possível em termos de eficiência pode ser alcançado.


Este artigo ilustra de que forma isso deve ser feito. Ao ler o texto, você entenderá o conceito em torno do tema, saberá como é feito um projeto elétrico industrial e quais são suas principais etapas. Por fim, verá a importância de dimensionar bem as resistências que serão usadas no processo de transformação fabril.


Aproveite o artigo e tenha uma boa leitura!


Qual é o conceito de um projeto elétrico industrial?


A conceituação de um projeto elétrico industrial passa pela segurança e pelo uso racional da energia elétrica em uma planta de fabricação de produtos. Com isso, queremos dizer que um projeto visa a utilizar os componentes elétricos da melhor forma possível. Assim, a instalação elétrica proveniente de um projeto desses será muito eficiente, reduzindo o consumo de eletricidade aos níveis adequados.


Além disso, um projeto elétrico industrial busca a segurança dos trabalhadores ocupantes da fábrica. Por meio de cálculos matemáticos bem-estruturados, a corrente elétrica pode ser bem tratada, e a instalação elétrica se torna segura e confiável. É assim que as sobrecargas são evitadas e os superaquecimentos ficam afastados dos componentes, evitando-se, dessa forma, possíveis incêndios.


Outra grande utilidade em projetar a instalação antes de construí-las é manter os gastos sob controle. Ao elaborar um bom projeto, as compras de materiais podem dar-se sob medida e sem desperdícios significativos. Há tempo para o setor de compras atuar de forma orientada e fazer uma boa pesquisa de preços, sempre buscando materiais certificados e de qualidade reconhecida, é claro.


Como é feito um projeto elétrico industrial?


Quando uma indústria decide ampliar suas instalações, ou mesmo quando é constituída, é necessário compreender suas necessidades para proceder à elaboração do respectivo projeto elétrico. Isso é essencial para que as máquinas que serão instaladas sejam supridas com a devida demanda de energia elétrica para funcionarem.


Assim, os projetistas precisam entender com o maior grau de exatidão possível alguns fatores importantes para a confecção do projeto. Saber como se dará a organização da indústria é uma delas, além de conhecer exatamente o parque de máquinas a ser implantado. Além disso, é preciso saber qual será a carga demandada por essas mesmas máquinas, a fim de determinar o fornecimento total de energia.


Nesse último quesito, é importante fazer os cálculos da maneira correta para informar tal necessidade para a concessionária de energia local. Isso se faz presente porque provavelmente existem outras edificações na mesma rua que precisam do fornecimento de energia. Para equilibrar essa distribuição com informações corretas, é preciso seguir todas as etapas para fazer o projeto.


Quais são as etapas de na elaboração de um projeto elétrico industrial?


Para fazer um projeto elétrico industrial o mais eficiente possível, é preciso seguir algumas etapas essenciais para uma boa elaboração. Dessa forma, descrevemos, a seguir, os principais passos para conseguir alcançar esse objetivo. Acompanhe.


Divisão das cargas em blocos


As cargas são representadas por tudo aquilo que consome energia elétrica. Quando falamos de instalações industriais, as principais cargas são as máquinas que farão algum trabalho de transformação da energia elétrica. Logo, as atenções devem concentrar-se nelas. Após analisar a planta baixa e a planta de maquinário, deve-se separar as cargas das máquinas em blocos.


Dessa forma, é possível ter a melhor distribuição dos circuitos que farão a alimentação e a proteção de todo o parque fabril. Ao dividir os conjuntos de máquinas em blocos, evita-se a sobrecarga e todos os possíveis prejuízos que decorreriam dela. Além do mais, a vida útil dos equipamentos pode ser ainda mais prolongada.


Localização dos quadros de distribuição


A energia que chega à instalação elétrica e abastece todos os maquinários e a iluminação deve ser distribuída de forma adequada, considerando o valor das cargas e os dispositivos de proteção. Tudo isso é feito por meio de quadros de distribuição, pois serão eles que farão o direcionamento das correntes de energia elétrica. É preciso considerá-los no projeto e localizá-los em pontos estratégicos.


Definição do posicionamento da subestação transformadora


Após cumpridas as etapas anteriores, chega o momento de definir onde ficará localizada a subestação transformadora, ou subestação de entrada. Como geralmente as cargas de uma indústria são elevadas, é preciso que uma instalação elétrica industrial conte com um transformador próprio, pois o que já existe na rua serve para atender a todas as edificações já existentes.


Instalações elétricas internas


Por fim e de posse de todos os dados dos passos anteriores, é hora de projetar os circuitos internos da instalação industrial. Para isso, é preciso considerar ao menos quatro plantas baixas referentes a pontos específicos da instalação.


É necessário fazer a planta de situação e a planta baixa de tomadas. Além disso, os pontos de alimentação das máquinas devem ser previstos. Completando a série de plantas baixas, deve-se elaborar a planta de detalhes, que conterá os detalhes mais específicos e os quadros elétricos.


Qual é a importância de saber como escolher as resistências para o uso industrial?


Outro ponto que requer bastante atenção é o correto dimensionamento e a escolha das resistências elétricas que farão parte das instalações industriais. Isso é necessário porque se tratam de componentes resistivos e que demandam uma considerável carga elétrica para poderem funcionar. Um mau dimensionamento poderia ocasionar futuros problemas, como sobrecarga e desgaste prematuro dos componentes elétricos.


Para que isso não ocorra em seu projeto elétrico industrial, conte sempre com um bom parceiro de negócios que possa fornecer informações e produtos de qualidade. Em se tratando de resistências industriais, a IMC Resistências é o parceiro mais indicado. Sua atuação no mercado brasileiro já ultrapassa os 50 anos de muita qualidade, sempre pautado por importantes certificações. Contar com essa assistência fará toda a diferença na composição de sua instalação elétrica.


Gostou deste conteúdo? Então aproveite e entre em contato para conhecer as diversas como podemos ajudar com seu projeto elétrico industrial!

531 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page